Cinema

Crítica | Julie e Julia

Crítica | Julie e Julia

Por Felipe Bastos

Sinopse

1948. Julia Child (Meryl Streep) é uma americana que passou a morar em Paris devido ao trabalho de seu marido, Paul (Stanley Tucci). Em busca de algo para se ocupar, ela se interessou por culinária e passou a apresentar um programa de TV sobre o assunto. Cinquenta anos depois, Julie Powell (Amy Adams) está prestes a completar 30 anos e está frustrada com a vida que leva. Em busca de um objetivo, ela resolve passar um ano cozinhando as 524 receitas do livro de Julia Child, “Mastering the Art of French Cooking”. Ao longo deste período Julie escreve para um blog, onde relata suas experiências.

Crítica

Que Meryl Streep é uma das melhores atrizes da história, não é novidade nenhuma o que ainda nos surpreende é sua versatilidade, seu comprometimento e fidelidade nas caracterizações.

‘Julie & Julia’ é a prova máxima disso, pois, quando uma atriz com menos de 1,70m de altura, interpreta uma mulher de cerca de 1,88m e consegue nos fazer acreditar, e entrar em comparações, nos damos conta de que à nossa frente, temos mais que uma ótima profissional, temos uma estrela. É essa estrela, que ao lado da belíssima Amy Adams, brilha neste filme baseado na biografia de duas mulheres e como encontraram no prazer de cozinhar, a solução e desvio para seus problemas.

Amy mantém sua graciosidade e nos cativa mesmo nas cenas em que sua atrapalhada e divertida, embora extremamente imatura personagem acabe em apuros no meio de suas receitas; mas como já foi falado antes, Meryl é a grande estrela do filme, e rouba à cena nos dando a impressão de estarmos acompanhando o real Julia em seu dia-a-dia. O esforço para retratar Julia com máxima fidelidade e os sentimentos depositados na interpretação são facilmente notados, nos dando prazer de ter a oportunidade de conferir mais um dos trabalhos desta fabulosa atriz.

Quanto à direção, contamos com Norah Ephron, que conta as duas histórias intercalando-as, de forma que é como se Julia vivesse um momento que fosse transpassado, quase meio século depois, à Julie; e assim, verificamos em tela a demonstração de sua sensibilidade, versatilidade e simplicidade, tanto como roteirista, quanto como diretora.

É uma produção que mostra a força de duas mulheres em sua firmação frente algumas trabalhosas situações da vida; mas não é um filme que marca, embora retrate quase como arte o prazer por cozinhar das duas personagens, pois peca na caracterização caricata das demais personagens e em tentativas falhas de acrescentar detalhes demais à uma história, que caso fosse contada mais ‘claramente’, fluiria muito melhor.
Assim, é um filme que acaba quase que literalmente, nos deliciando, nos influenciando na busca por novas descobertas, transformando nossos hobbys em algo mais que lazer, um prazer, uma satisfação, uma grande paixão.

Pôster

Ficha técnica

  Gênero: Comédia Dramática
  Direção: Nora Ephron
  Roteiro: Nora Ephron
  Produção: Amy Robinson, Eric Steel, Laurence Mark, Nora Ephron
  Fotografia: Stephen Goldblatt
  Trilha Sonora: Alexandre Desplat
  Duração: 123 min.
  Ano: 2009
  País: Estados Unidos
  Cor: Colorido
  Estreia: 27/11/2009 (Brasil)
  Distribuidora: Sony Pictures
  Estúdio: Easy There Tiger Productions / Scott Rudin Productions
  Classificação: 12 anos

Avaliação

Elenco

Galeria de Fotos

Trailer

 

GeraLinks - Agregador de links
Clique para comentar

Opine

Topo