Cinema

Crítica | O Grande Roubo de Trem

Crítica | O Grande Roubo de Trem

Crítica

Considerado o primeiro faroeste da história do cinema, O grande Roubo de Trem (Lhe Great Train Robbery) dirigido e fotografado por Edwin.S.Porter (21/04/1870 – 30/04/1941), realizado em 1903 é um dos grandes marcos do cinema. Se tornou o gênero mais popular nos Estados unidos por décadas. A sua importância deve-se ao seu grau de sofisticação, se levar em conta a época em que foi gravado.  Foi o primeiro a ter filmagem em ambientes externos, a utilizar a chamada “Montagem paralela” , foi o primeiro também usar a técnica do zoom com precisão, e uma cena colorida a mão. Sem contar que suas referências, os tiros que forçam uma pessoa a dançar, as perseguições a cavalo, chapéus de caubói, revolveres de seis tiros. Enfim toda a genuína atmosfera de faroeste são copiadas até hoje.

O filme inicia com dois assaltantes mascarados, que obrigam um telegrafista a enviar uma mensagem falsa para que o trem faça uma parada imprevista. Os bandidos entram em um vagão de trem, matam um mensageiro, explodem um cofre e pegam o dinheiro. Logo após rendem o maquinista, param a locomotiva e rendem também os passageiros. Os ladrões saem da locomotiva, pegam seus cavalos e fogem. Enquanto isso, o telegrafista ferido consegue pedir ajuda. Os bandidos são encurralados por forasteiros e começa o tiroteio. A cena imortalizada pelo ator G.M Anderson, que dá um tiro em direção a plateia, colocando o publico dentro do tiroteio. Alias, dizem que na época a cena provocava medo na plateia, e com ao decorrer do anos, a cena foi motivo de graça.

O enredo foi inspirado em um caso real que ocorreu em 29 de agosto de 1900, quando quatro membros da Leroy George Parker (Butch Cassidy) “Buraco na Parede. Os bandidos obrigaram o condutor a separar os vagões de passageiros do resto do comboio e depois explodiram o cofre no vagão postal para fugir com cerca de 5.000 dólares.

Nesta semana, assisti pela primeira vez o curta-metragem (de 11 minutos) e fiquei impressionado com sua qualidade técnica na colocação de câmara, e principalmente a edição que dá profundidade ao enredo, já que o filme mudo apenas acompanha as ações dos personagens junto com uma ótima trilha sonora. Quem ainda não assistiu, pode conferir o curta inteiro abaixo.

Pôster

Ficha técnica

Titulo Original: The Great Train Robbery
Gênero: Faroeste
Direção: Edwin S. Porter
Roteiro: Scott Marble e Edwin S. Porter
Elenco: Alfred C. Abadie, Broncho Billy Anderson, Justus D. Barnes, Walter Cameron, Donald Gallaher , Frank Hanaway
Produção: Edison Studios,
Duração: 11 minutos.
Ano: 1903
País: Estados Unidos
Cor: Preto e Branco
Estreia: 01/12/1903
Distribuidora: Edison Studios e Kleine Optical Company
Estúdio: Edison Studios

Avaliação

Galeria de Fotos

Clique para comentar
Topo