Cinema

10 dos cães mais marcantes do cinema

Eles são nossos melhores amigos, isso ninguém pode negar. E quando o assunto é cinema, não é diferente. Sejam brincalhões ou fiéis, eles sempre nós emocionam. Por isso, o Cinema & Afins listou os mais marcantes da sétima arte, confira abaixo e deixem suas opiniões.

Da telinha para as telonas, Scooby-Doo, o dogue alemão mais conhecido da cultura pop ganhou seu primeiro filme em live action em 2002 sob a direção de Raja Gosnell e  estrelado por Freddie Prinze Jr. como Fred Jones, Sarah Michelle Gellar como Daphne Blake, Matthew Lillard como Salsicha Rogers e Linda Cardellini como Velma Dinkley. O Scooby – Doo por sua vez,  foi feito por computação gráfica, o que não impede de entrar na nossa lista. Após seu lançamento em 2002, houve continuações, são Scooby-Doo 2: Monsters Unleashed (2004) e Scooby-Doo! The Mystery Begins (2009)

Dirigido por Carlo Carlei e estrelado por Matthew Modine, Eric Stoltz, Nancy Travis, Max Pomeranc e a voz de Samuel L. Jackson. Bill Cobbs, Ron Perlman, e Jon Polito. Foi baseado na novela de nome Fluke por James Herbert.

Sam é o fiel companheiro do cientista Robert Neville (Will Smith) em Eu Sou a Lenda, dirigido por Francis Lawrence. No filme, Will é único e saudável sobrevivente de uma guerra biológica é obrigado a desafiar uma geração inteira de mutantes que só aparecem à noite.

 

Estrelado por James Belushi e Mel Harris. E dirigido por Rod Daniel, o  filme conta a história de um policial que tenta desmantelar uma quadrilha de tráfico de drogas, e pra isso solicita um cão farejador de drogas da polícia.

Filhote de São Bernardo é adotado por família de classe média, contra a vontade do pai, que prevê encrencas. Humor infantil produzido por Ivan Reitman e destinado a quem é apaixonado por cães.

Por muitos anos foi considerado o cachorro mais famoso do cinema. Conta a história de Benji, um cão mestiço e que se perde no meio das Montanhas Rochosas. Enquanto seu dono o procura, o cão salva 4 pumas, cuja mãe tinha sido morta por um caçador. Teve seu primeiro filme lançado em 1974 , com a direção e roteiro de Joe Camp. Virou série de Tv e recentemente ganhou uma nova versão nos cinemas.

O jornalista norte-americano John Grogan emocionou os amantes de cães com seus artigos no jornal local. “Marley & Eu: a Vida e o Amor ao Lado do Pior Cão” virou filme com Owen Wilson como John Grogan e Jennifer Aniston.

Lassie, é a cadela mais famosa do mundo,  participou em diversos filmes, séries de televisão e livros durante anos. O personagem de Lassie foi criado pelo autor anglo-britânico Eric Knight em Lassie Come-Home ( “A Força do Coração”) publicado como conto no Saturday Evening Post em 1938 e como novela em 1940. Este livro foi adaptado ao cinema em 1943 com o título Lassie Come Home e com Roddy McDowall e Elizabeth Taylor como estrelas. A partir de então se filmaram numerosas sequelas e séries de televisão.

Baseado em fatos reais “Sempre ao Seu Lado” teve sey  filme lançado no ano passado dirigido por Lasse Hallström, escrito por Stephen P. Lindsey e estrelado por Richard Gere, Joan Allen e Sarah Roemer. No filme, quando Hachiko, um filhote de cachorro da raça akita, é encontrado perdido em uma estação de trem por Parker, ambos se identificam rapidamente. O filhote acaba conquistando todos na casa de Parker, mas é com ele que acaba criando um profundo laço de lealdade. Baseado em uma história real, Sempre ao seu Lado, é um emocionante filme sobre lealdade.

O primeiro Rin Tin Tin surgiu nas telas, em 1922, em “The Man From Hell’s River”, no papel de um lobo. Sua primeira aventura protagonizada no cinema foi em 1923, no filme “Onde o Norte Começa”, quando contracenou com a atriz do cinema mudo Claire Adams, sob a direção de Chester Franklyn. Credita-se ao enorme sucesso popular do cão artista, o salvamento da falência iminente da Warner Brothers. Outros filmes foram: “Sombras do Norte (1923)” , “Clash of the Wolves (1925), A Dog of the Regiment (1927), Tiger Rose (1929). Até 1930, fez um total de 22 filmes.

Comentários
Topo