Cinema

Crítica | Gran Torino

Ficha do Filme | Gran Torino

Sinopse

Em Gran Torino, Walt Kowalski (Clint Eastwood) é um inflexível veterano da Guerra da Coréia, agora aposentado. Para passar o tempo ele faz consertos, bebe cerveja e vai mensalmente ao barbeiro (John Carroll Lynch). Sua vida é alterada quando passa a ter como vizinhos imigrantes, vindos do Laos. Ressentido e desconfiando de todos, Walt apenas deseja passar o tempo que lhe resta de vida. Até que Thao (Bee Vang), seu tímido vizinho adolescente, é obrigado por uma gangue a roubar o carro do veterano, um Gran Torino retirado da linha de montagem pelo próprio.

Crítica

Clint Eastwood. A pronuncia deste nome faz qualquer cinéfilo emocionar-se ou, no mínimo, recordar-se de personagens durões de antigos faroestes, policiais e treinadores de boxe, todos incapazes de expor seus sentimentos em atos de ‘carinho’, mas que através de um único olhar, que transpassa nossa alma, conseguem passar exatamente aquilo que sentem e racionalizam perante as situações às quais são expostos.

E é com este tipo de personagem que nos deparamos ao assistirmos à GRAN TORINO,  filme no qual o veterano de guerra interpretado por este grande e reconhecido ator e diretor, é mais um homem de poucas palavras; mas muita expressão. Na trama, temos Walt Kowalski, veterano da Guerra da Coréia e trabalhador aposentado da indústria automobilística que não consegue se adaptar, ou sequer entender e aceitar, ao modo como sua vida e vizinhança têm mudado. Mas com a ocorrência de alguns eventos, Walt se vê forçado à defender seus vizinhos, imigrantes do Sudeste Asiático, de uma gangue que semeia medo e violência pelos arredores. No longa, encontramos Clint dividido entre as funções de diretor e ator, coisa que não presenciávamos desde o premiado ‘MENINA DE OURO’, que rendeu à Hilary Swank um OSCAR de melhor atriz.

De qualquer forma, neste filme, a elegância, sensibilidade e dureza com que Eastwood caracteriza seu personagem, notamos o quão qualificado (e com o decorrer dos anos, experiente) o ator sempre foi, recordando-nos da sua excelência já em início de carreira, nos primeiros filmes. Seu personagem conta com a velha, e conhecida, característica psicológica de não ter interesse em criar laços com ninguém, principalmente aqueles ‘inusitados’, mas acaba percebendo que estes não precisam ser efetivamente um fardo desde que haja respeito mútuo, tanto pelo espaço quanto pelas opiniões e cultura de cada um dos envolvidos. Assim, mesmo que no início ocorra de forma imperceptível, passamos a nos envolver com um lado mais dificilmente exposto, um caráter mais humano do protagonista, que se preocupa com as necessidades dos outros e não teme necessariamente o posterior fardo, mas sim a dor que as relações humanas acabam por causar.

Em si, este tema teria um leque de opções e formas de ser abordado, mas o rumo tomado, nos leva à percepção de um fato que ignoraríamos caso fosse colocado de outra forma: através da inicial ‘xenofobia’ do personagem, conseguimos perceber que a globalização e atual fluxo de migrações acabam sendo vistos pelas pessoas de mais idade de uma forma invasiva, visto que estas acabam recebendo estas mudanças de forma brusca, sem tempo para adaptações, sem tempo para quebra de pré-conceitos. De qualquer maneira, sem mais delongas, deixo claro que esta é uma obra indispensável à todos aqueles que durante anos de devoção à sétima arte armazenaram informações sobre os personagens deste, que eternamente, será um ícone, um dos melhores atores de Hollywood.

Galeria de fotos

Este slideshow necessita de JavaScript.

Trailer | Gran Torino

Comercial de Tv

Clint Eastwood

Walt Kowalski

Brian Haley

Mitch Kowalski

Geraldine Hughes

Karen Kowalski

Geraldine Hughes
Dreama Walker

Ashley Kowalski

Brian Howe

Steve Kowalski

John Carroll Lynch

Barber Martin

William Hill

Tim Kennedy

Michael E. Kurowski

Josh Kowalski

Ficha Técnica

Ficha Técnica

  • Título original: Gran Torino
  • Nacionalidade: EUA
  • Gêneros: Drama, Suspense
  • Ano de produção: 2008
  • Estréia: 20 de março de 2009 (Brasil)
  • Duração: 1h 51 minutos
  • Classificação: 14 anos
  • Direção: Clint Eastwood
  • Roteiro: Nick Schenk, Dave Johannson, Nick Schenk
  • Produção: Clint Eastwood, Bruce Berman, Bill Gerber, Jenette Kahn, Robert Lorenz, Tim Moore,Adam Richman
  • Trilha sonora: Kyle Eastwood, Michael Stevens
  • Direção de fotografia: Tom Stern
  • Edição: Joel Cox, Gary Roach
  • Design de produção: James J. Murakami, Phill Zagajewski
  • Direção de arte: Shelagh Conley
  • Decoração de set: Gary Fettis
  • Figurino: Deborah Hopper
  • Estúdios: Warner Bros., Matten Productions, Double Nickel Entertainment,Gerber Pictures, Malpaso Productions, Village Roadshow Pictures, WV Films IV
  • Distribuição: Warner Bros.

Pôster

Veja também

3 comentários

Participe da discução

Topo