Cinema

Crítica | Aniquilação

Ficha do Filme | Aniquilação

Sinopse

Em Aniquilação, uma bióloga (Natalie Portman) se junta a uma expedição secreta com outras três mulheres em uma região conhecida como Área X, um local isolado da civilização onde as leis da natureza não se aplicam. Lá, ela precisa lidar com uma misteriosa contaminação, um animal mortal e ainda procura por pistas de colegas que desaparecem, incluindo seu marido (Oscar Isaac).

Crítica

A ficção cientifica é um dos gêneros em ascensão. Depois de Ex Machina: Instinto Artificial, A Chegada e Blade Runner 2049, somos presenteados pela Netflix com “Aniquilação”, longa dirigido por Alex Garland que envolve o espectador com uma trama instigante e estranha, no melhor sentido da palavra.

Baseado na obra do escritor Jeff VanderMeer, a história que mistura horror com surrealismo se desenrola através da personagem Lena, interpretada pela excelente Natalie Portman (Cisne Negro), que através de uma equipe liderada pela Dra.Ventress (Jennifer Jason Leigh), tenta descobrir os mistérios por trás de local conhecido como área x.

Tecnicamente o filme é muito bem feito, a fotografia de Rob Hardy (que trabalhou também em EX Machina), consegue criar um universo particular, acertando tanto nas cenas de floresta (principalmente nas tomadas noturnas) e quanto nas cenas internas. Destaque também para trilha sonora de Geoff Barrow e Ben Salisbury que consegue criar um clima de tensão na medida certa. O elenco ainda conta com Oscar Isaac, Jennifer Jason Leigh, Tessa Thompson e Gina Rodriguez estão bem, porém seus personagens são poucos explorados.

A edição é um dos pontos fracos do filme. Navegando por linhas temporais diferentes, o longa pode causar confusão (talvez propositalmente) ao espectador. Além disso, o roteiro deixa mais questionamentos que respostas, mas sem comprometer o desfecho.

Feito para ser exibido nos cinemas (lançado neste formato pela Paramount Pictures apenas nos EUA e na China) “Aniquilação” merece ser visto com a melhor qualidade de som e imagem possível, pois mais uma vez, Alex Garland consegue prender sua atenção (até nos momentos mais lentos) por conta de excelente visual e uma trama envolvente.

Este slideshow necessita de JavaScript.

.

Primeiro trailer oficial

Primeiro Teaser

Bastidores

Trailer legendado

Gina Rodriguez

Anya Thorensen

Sonoya Mizuno

Nome não revelado

Tuva Novotny

Nome não revelado

Cosmo Jarvis

Soldado especial da Ops

David Gyasi

Nome não revelado

Honey Holmes

Cientista

Bern Collaço

Cientista

Crystal Clarke

Nome não revelado

John Schwab

Paramédico

Hiten Patel

Cientista

Annarie Boor

Cientista

Ficha Técnica

  • Título original: Annihilation
  • Nacionalidade: EUA
  • Gêneros: Ficção científica, Suspense
  • Ano de produção: 2018
  • Estréia: 12 de março de 2018 (Netflix)
  • Direção: Alex Garland
  • Roteiro: Alex Garland. Baseado na obra de Jeff VanderMeer
  • Produção: Jo Burn, Eli Bush, David Ellison, Dana Goldberg
  • Música: Geoff Barrow, Ben Salisbury
  • Fotografia: Rob Hardy
  • Editor: Barney Pilling
  • Produção de design: Mark Digby
  • Figurino: Sammy Sheldon
  • Distribuidor: Netflix

Pôster

Veja também

1 Comentário

1 Comentário

  1. Marcos M.

    18/03/2018 em 12:44

    Um dos pontos mais interessantes é a questão dos impulsos autodestrutivos nos seres humanos, que é tratada desde 1920 na psicanálise de Freud. E a
    analogia a teoria da Panspermia também nos faz ficar pensando se a queda do meteoro poderia ser um evento cíclico no planeta Terra.

    Aqui fala mais sobre isso: http://farofageek.com.br/filmes/aniquilacao-impulsos-autodestrutivos-evolucao-e-imortalidade/?utm_source=comentarios&utm_medium=sites&utm_campaign=cinemaeafins

Participe da discução

Topo