Críticas

Crítica – BioShock Infinite

Bem-vindo a Columbia

Após dois títulos da série Bioshock se passar nas profundezas de Atlântida, na cidade chamada Rapture, o terceiro jogo da série se passa nas alturas, que tem o nome batizada de Columbia. Uma cidade com o design incrível,  que encanta nos primeiros minutos , vale a pena explorar cada parte do mapa. A cidade tem como espécie de líder, que é nomeado como O profeta Zachary Comstock que engana seu povo com belas palavras e fé das pessoas, o jogo fala sobre religião e questões de racismo, então se você é sensível a esses assuntos, pode ficar desconfortável ao jogar o jogo.O jogo se passa no ano de 1912, ou seja, se passa antes dos outros Bioshock, então aconselho jogar pelo menos o primeiro jogo, para entender todas as referências e se acostumar com o mundo louco de Bioshock.
Agora falando do personagem principal, que se chama o Booker DeWitt. Booker possui uma grande dívida de apostas de jogos, ele recebe a proposta de retirar uma garota de Columbia, em troca de pagar todas as dívidas, então o Comstock tentar impedir a retirada da garota da cidade por razões que é explicada durante o jogo. A garota se chama Elizabeth, que por sinal é uma das melhores personagens femininas já feita no mundo dos games, ela te ajuda durante os combates, procurando por munições, kits médicos e outras coisas, e também você não precisa proteger a garota, ela possui um poder de abrir fendas. O jogador pode comandar Elizabeth para usar esse poder de abrir fendas para usar certos recursos no mapa, como caixas de munições, metralhadoras, entre outras coisas, com tudo isso se torna o jogo mais fácil da série. A jogabilidade de Bioshock não é muito diferente dos outros jogos da série, a novidade fica por conta dos ganchos e trilhos que você pode utilizar para passear na cidade ou atirar nos inimigos trilhando. Não podemos deixar de falar dos poderes, que nesse jogo se chama de Vigor, que são apresentados no jogo sem muita explicação, coisa que não acontece nos jogos anteriores. O jogo conta com uma mecânica onde o jogador possui 4 equipamentos especiais, que são encontrados pelo mapa e funcionam no mesmo sistema dos tônicos dos jogos anteriores. O jogo possui mesmo sistema de upgrades em máquinas espalhadas pelo mapa, tanto de armas e habilidades.

Os inimigos de Bioshock Infinite são variados, mas não foge da mesma formula usada nos jogos anteriores, única coisa que me incomodou um pouco, foi a ausência de uma figura tão carismática e adorada como o Big Daddy e sua Little Sister. Para enfrentar os inimigos do jogo, o possui um arsenal bem diversificado e no melhor estilo Bioshock, com bazucas, lança-granadas, metralhadora giratória, e etc.
O áudio do jogo é espetacular, vozes bem dubladas, canções e efeitos sonoros dos cenários. O sistema foi de gravações para contar melhor a história da cidade foi mantida, é bem executada. Se você quiser se aprofundar na história e conhecer melhor a cidade de Columbia, aconselho a explorar todos essas gravações.
Os gráficos do jogo estão bem evoluídos em relação aos primeiros games, o jogo tem estilo steampunk, no geral os gráficos são bem feitos, isso pode se notar nos primeiros minutos dentro de Columbia, com uma ótimo expressão facial dos personagens, principalmente da Elizabeth, que impressiona o jogador.

Bioshock Infinite é um excelente jogo e grande concorrente a jogo do ano, mas tem uma coisa que me incomodou no final do game. O jogo simplesmente despeja informações no jogador, que acaba confundindo o entendimento complexo da historia.

BioShock-Infinite

Trailer

Ficha Técnica

Produção: 2K Games
Desenvolvimento: Irrational Games
Lançamento: 26/03/2013
Plataformas: PC, PS3 e Xbox 360 (com versão prevista para Mac)
Classificação: 18+
Música/Compositores: Garry Schyman
Gênero: Tiro em primeira pessoa/ Ação
Sinopse: Contando a história de Booker e Elizabeth, apresenta uma nova visão à franquia Bioshock, mantendo tudo que havia de bom na série, apresentando uma trama sólida (ainda que confusa) e protagonistas bem desenvolvidos.

 

2 comentários

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Topo