Artigos

Os 10 maiores esnobados do Oscar 2015


Na última quinta-feira (dia 15) a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood divulgou a lista dos indicados ao Oscar 2015. E como não poderia ser diferente, algumas apostas certas para a premiação foram totalmente esnobadas pelo velhotes acadêmicos. Para não deixar em branco, selecionamos 10 dos maiores esnobados do Oscar 2015, confira e deixe sua opinião;

lorde

Assim como a ganhadora do Oscar Adele, no auge da sua carreira, Lorde era um nome forte para a corrida do Oscar.  Mas sua canção “Yellow Flicker Beat”, feita para o filme “Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 1” não encantou os ouvidos da academia.

foxcatcher

Com cinco indicações, entre elas, de melhor roteiro e melhor direção, “Foxcather – Uma História que chocou o mundo”, por algum motivo bizarro (afinal ainda tinha duas vagas) , ficou de fora da corrida de melhor filme.

 Olhos 09_RALPH-FIENNES

Mesmo com  as nove indicações de “O Grande Hotel Budapeste“, Ralph Fiennes foi totalmente esnobado pela academia, perdendo sua vaga para Bradley Cooper, o novo querido de Hollywood.

OLHOS-GRANDES

Mesmo ganhando o Globo de Ouro de melhor atriz comédia/musical e ser indicada a outras premiações, Amy Adams ficou de fora da corrida do Oscar, assim como melhor figurino, fotografia e maquiagem, categorias em que normalmente os filmes Tim Burton estão presentes.

PLANETA-DOS-MACACOS

Mesmo com as duas mãos na estatueta de melhor efeitos especiais, o longa poderia ser lembrado em outras categorias técnicas. Além disso, a academia perde uma boa oportunidade de abraçar a tecnologia de captura de movimentos e finalmente dar uma indicação para Andy Serkis.

[campo nome=iframe]

JENNIFER-ANISTON
Transformar uma atriz linda e acostumada a fazer comédias românticas em uma mulher forte, feia e sofredora é um dos pré-requisitos para uma indicação ao Oscar, certo? Não para Jennifer Aniston, que mesmo sendo indicada para SAG e o Globo de Ouro, ficou de fora da corrida ao Oscar, por sua atuação em “Cake – Uma Razão de Viver”.

 selma

Com uma trama baseada em fatos históricos, um elenco talentoso e produção de Oprah Winfrey, “Selma” tinha todos os elementos que geralmente agradam a academia e prometia ser um dos grandes concorrentes desse ano, mas teve problema com a distribuição da cópia para os votantes e acabou sendo lembrado apenas como melhor canção e melhor filme.

GAROTA-EXEMPLAR

A Academia não gosta de David Fincher e isso não é novidade, mas o novo longa do diretor era um dos favoritos da critica especializada e além da única indicação  (de melhor atriz para Rosamund Pike) as indicações para melhor filme, diretor e roteiro adaptado eram certas.

UMA-AVENTURA-LEGO

A Academia não tem senso de humor, só isso explicaria porque o longa aparece na categoria de melhor canção e foi totalmente esnobado na categoria de melhor animação, mesmo sendo considerado o favorito por grande parte dos apostadores do Oscar.

O-ABUTRE

Com uma direção segura do estreante Dan Gilroy, um roteiro original e uma interpretação marcante de Jake Gyllenhaal (que emagreceu cerca de 10 quilos para o papel), o longa conquistou o público e a crítica, mas foi totalmente ignorado.

[campo nome=ocioso]

[campo nome=script]

Topo