Cinema

Biografia | Darren Aronofsky

Darren Aronofsky

Nome de batismo: Darren Aronofsky
Nacionalidade: Americano
Nascimento: 12 de fevereiro de 1969 (48 anos)
Local do Nascimento: Nova Iorque, Estados Unidos
Atividades: Diretor, roteirista, produtor

Darren Aronofsky é um cineasta, roteirista, produtor cinematográfico e ambientalista norte-americano. Aronofsky recebeu aclamação da crítica e gerou controvérsia por seus filmes muitas vezes surrealistas e perturbadores.

Frequentou a Universidade Harvard, onde estudou cinema e antropologia social, e o American Film Institute, onde estudou direção. Ele ganhou vários prêmios cinematográficos depois de completar seu filme de tese sênior, Supermarket Sweep, que passou a se tornar finalista dos Prêmios da Academia de Estudantes. Sua estreia como diretor aconteceu no suspense psicológico surrealista Pi (1997). O filme de baixo orçamento, cerca de 60.000 dólares, estrelado por Sean Gullette, foi vendido para a Artisan Entertainment por 1 milhão e arrecadou mais de 3 milhões de dólares; Aronofsky ganhou o Prêmio de Direção no Festival de Cinema de Sundance de 1998 e um Independent Spirit Awards para o Melhor Primeiro Roteiro.

Seu próximo trabalho foi o drama psicológico Réquiem Para um Sonho, baseado no romance de mesmo nome, de Hubert Selby, Jr. O filme obteve críticas positivas e recebeu uma indicação ao Oscar para o desempenho de Ellen Burstyn. A obra também gerou controvérsia devido a uma cena de sexo explicito, e acabou sendo lançada sem classificação. Depois de escrever o filme de terror Below, Aronofsky começou a produção de seu terceiro filme, o drama de fantasia e ficção científica “Fonte da Vida“. O filme recebeu críticas mistas e teve um desempenho fraco na bilheteria, mas desde então obteve um culto de seguidores. Seu próximo filme, o drama “O Lutador“, recebeu aclamação da crítica e as duas estrelas principais, Mickey Rourke e Marisa Tomei, receberam indicações ao Oscar. Em 2010, Aronofsky foi produtor executivo do “O Vencedor”.

Em 2011, lançou “Cisne Negro“, que recebeu mais aclamação da crítica e muitos prêmios, sendo nomeado a cinco Oscar de 2011 nas categorias de Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Fotografia, Melhor Montagem e Melhor Atriz, vencendo esta última. O diretor recebeu indicações ao Globo de Ouro e ao Prêmio do Sindicato dos Diretores dos Estados Unidos para Melhor Diretor. O sexto filme de Aronofsky, “Noé“, foi lançado nos cinemas norte-americanos em 28 de março de 2014 e arrecadou mais de 43.7 milhões de dólares durante seu fim de semana da bilheteria, tornando-se o fim de semana mais rentável ao diretor e seu primeiro filme a estrear no nº 1. A obra foi um sucesso internacional, arrecadando mais de 362 milhões de dólares em todo o mundo. Seu próximo filme é  “Mãe!“, que será lançado pela Paramount Pictures em 15 de Setembro de 2017 nos Estados Unidos e 21 do mesmo mês no Brasil. É estrelado por Jennifer Lawrence, Javier Bardem, Michelle Pfeiffer, Domhnall Gleeson, Ed Harris e Kristen Wiig.

Oscar

  • Indicado a Melhor Direção por Cisne Negro (2011)

Globo de Ouro

  • Indicado a Melhor Direção por Cisne Negro (2011)

BAFTA

  • Indicado a Melhor Direção por Cisne Negro (2011)

    Independent Spirit Awards

  • Premiado como Melhor
  • Diretor por Cisne Negro (2011)
  • Premiado como Melhor Filme por O Lutador (2009)
  • Indicado a Melhor Diretor por Réquiem Para um Sonho (2001)
  • Premiado como Melhor Primeiro Roteiro por Pi (1999)
  • Indicado a Melhor Primeiro Filme por Pi (1999)

Festival de Sundance

  • Premiado como Melhor Direção por Pi (1998)
  • Indicado ao Grande Prêmio do Júri por Pi (1998)

Este slideshow necessita de JavaScript.

3 comentários

3 Comments

  1. Pingback: As 5 melhores atuações de Jared Leto – Cinema & Afins

  2. Pingback: Tracy Glastrong

  3. Pingback: Especial Oscar | 5 diretores que podem concorrer ao Oscar 2018 • Cinema & Afins

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Topo