Artigos

Os melhores momentos da carreira de Natalie Portman

Aniquilação (foto), nova ficção científica dirigida por Alex Garland (Ex-Machina) e estrelado por Natalie Portman (Cisne Negro) chega na Netflix na próxima segunda-feira (dia 12). E para aquecer, selecionei os melhores momentos da carreira de sua protagonista, confira;

Direção:  Luc Besson

O filme conta com o elenco encabeçado pelos grandes atores Gary Oldman e Jean Reno, além da direção de Luc Besson, foi a estréia da pequena Natalie no cinema, que destacou-se pelo excelente trabalho realizado e pela ótima química com os atores em cena. Um papel que exigia muito de uma iniciante acabou por ser a chave de um futuro promissor, colocando à prova talento da mesma em frente as câmeras. Na cena abaixo, a atriz-mirim já demonstrava que estava destinada ao sucesso.

Direção: Wayne Wang

Após o sucesso da sua estreia, Natálie Portman fez pequenas participações em diversas produções, entre elas: Todos Dizem Eu Te Amo, de Woody Allen e “Marte Ataca“, de Tim Burton. Mas foi “Em Qualquer Outro Lugar”, filme dirigido Wayne Wang que Portman mostrou para que venho e onde teve sua primeira indicação a um prêmio: o Globo de Ouro de melhor atriz coadjuvante, ao interpretar  a filha rebelde de Susan Sarandon.

Direção: George Lucas

No mesmo ano de produção do filme que lhe rendeu a indicação ao Globo de Ouro, Natalie conquistou o mundo (e o coração da nova geração Nerd) através do papel de Rainha Amidala em ‘Guerra nas Estrelas Episódio I: A Ameaça Fantasma‘, definitivamente um marco de sua carreira. Após repetir a personagem ao longo da recente trilogia, em ‘Guerra nas Estrelas II: Ataque dos Clones‘ no ano de 2002 e ‘Guerra nas Estrelas III: A Vingança dos Sith‘ em 2005, a atriz tornou-se, finalmente, reconhecida no mercado cinematográfico.

Direção: Mike Nichols

Um ano antes da finalização dos projetos e gravações de Star Wars, Natalie ainda enfrentou um novo desafio em um de seus grandes papéis no cinema, a stripper Alice, que lhe rendeu o Globo de Ouro e Oscar de melhor atriz coadjuvante pelo filme ‘Closer – Perto Demais’. Além das grandes conquistas devido a este papel, Portman ainda contracenou com a eterna ‘linda mulher’ Julia Roberts, e os grandes atores Jude Law – de quem já havia sido companheira de set em uma pequena aparição em ‘Cold Mountain’ (2003) – e Clive Owen. Provando sua versatilidade, através da quebra desta barreira, a mesma continuou conquistando novos e diferenciados papéis.

Direção: James McTeigue

Seguida das interpretações da provocante Alice e a corajosa Rainha, Portman volta a chamar à atenção na grandiosa adaptação da HQ de Alan Moore, ‘V de Vingança’. Em um papel marcante neste inovador filme, Natalie mostrou o quão à sério leva a sua carreira através das difíceis cenas de tortura e por ter aceitado raspar a cabeça para interpretar a personagem Evey Hammond.

Direção: Natalie Portman

Após estrear como diretora no curta-metragem ‘Eve’, produzido em 2008 e estrelado por Lauren Bacall, que teve estréia no Festival de Veneza, Natalie Portman aventurou-se novamente atrás das câmeras em um dos curtas apresentados no projeto’ Nova Iorque, eu te Amo’, no qual também atua como a decidida Rifka. No projeto anterior do mesmo segmento ‘Paris, Te Amo’ (2006), a atriz também estrelou um dos curtas.

Direção: Darren Aronofsky

Após contracenar com grandes atores como Dustin Hoffman, Scarlett Johansson, Jake Gyllenhaal e Tobey Maguire, em 2010 a atriz tem por companheiros de set Winona Ryder, Vincent Cassel e Mila Kunis no apoio à realização do papel de sua vida, a personagem Nina Sayers no psicológico e envolvente CISNE NEGRO Tal produção lhe rendeu diversos prêmios, como o Globo de Ouro de Melhor Atriz, o SAG Awards,  BAFTA e o Oscar de melhor atriz.

Mas além de abrir portas na carreira profissional, a produção envolveu-a em mudanças na vida pessoal: nos bastidores da produção, a atriz que já namorou com Gael Garcia Bernal, conheceu o coreógrafo francês Benjamin Millepied, com quem tem um filho.

8 comentários

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Topo