Artigo

15 filmes baseados em curtas-metragens

“Morte Instantânea” (foto), filme de terror baseado em um curta-metragem do diretor dinamarquês Lars Klevberg, teve seu trailer divulgado, assista abaixo;

Assim como Lars, muitos diretores começam suas carreiras fazendo curtas, alguns deles fazem tanto sucesso que viram filmes. Pensando nisso, separamos 15 filmes famosos que foram baseados em curtas-metragens, confira;

Distrito 9 (2009)

Direção: Neil Bloomkamp
d92

Inspirado em um “curta-metragem-documentário” do próprio diretor – em que perguntava para as pessoas na rua o que achavam dos imigrantes vindos de outros países mais pobres (sem saber que os tais imigrantes eram extraterrestres). Depois, editou os depoimentos com perguntas sobre os supostos extraterrestres que teriam estacionado na terra. As respostas de verdade às perguntas de mentira encaixaram perfeitamente.

Jogos Mortais (2003)

Direção: : James Wan
Jogos mortais

Em 2003, dois estudantes de cinema da Austrália James Wan e Leigh Whannell, criaram um curta que mostrava um serial killer, que forçava as vítimas cometer suicido, sendo assim, sem deixar nenhum rastro do verdadeiro assassino. Com sucesso na rede, os diretores tentaram vender a ideia para vários estúdios, até que Lions Gate Films Inc realizou os sonhos estudantes e transformaram em uma das franquias mais rentáveis da década.

12 Macacos (1995)

Direção: : Terry Gilliam
12 macacos

Em 1995, o genial Terry Gilliam baseou-se no curta francês La Jetée do diretor Chris Marker. La Jetée é um curta experimental, que utiliza fotos para contar história de dois sobreviventes da III Guerra Mundial, em uma Paris futurista e devastada. Já em “12 Macacos” no  ano de 2035, James Cole (Bruce Willis) aceita a missão de voltar ao passado para tentar decifrar mistério envolvendo vírus mortal que levou morte da maior parte da humanidade. Tomado como louco, no passado, ele tenta provar sua sanidade a uma médica (Madeleine Stowe), sua única esperança de mudar o futuro. Ambos tratam os temas com máquina do tempo, e a saúde mental dos protagonistas.

THX 1138 (1971)

Direção: George Lucas
THX-1138-b

THX 1138, foi o primeiro filme escrito e dirigido por George Lucas. O filme conta a história de dois residentes de uma sociedade distópica localizada no subterrâneo em um local e época indefinida. A sociedade criada por Lucas apresenta uma visão pessimista de um futuro em que os habitantes são vigiados por androides, obrigados a consumir drogas e onde toda a forma de emoção foi proibida. Baseado no curta -metragem Electronic Labyrinth: THX 1138 4EB realizado por Lucas em 1967, quando cursava cinema na USC, o filme foi uma parceria entre o estúdio Warner Bros. e a American Zoetrope,  a empresa de Francis Ford Coppola. Mal recebido pelo estúdio, foi lançado em pequeno circuito e não obteve sucesso de bilheteira. Devido a abordagem densa e a temática, THX 1138 é considerado até hoje como um filme difícil, que só obteve sucesso e  após a consagração de Lucas com a série Star Wars.

Como Enlouquecer Seu Chefe (1999)

Direção: Mike Judge
Como Enlouquecer Seu Chefe (1999)

Milton foi uma série de curtas animados criados por Mike Judge em 1991 , que eram exibidos no Saturday Night Live. O 1999 filme “Como Enlouquecer Seu Chefe” foi vagamente baseado nos desenhos animados, satiriza a vida no trabalho de uma típica companhia de desenvolvimento de software durante o final da década de 90, focando na exaustão dos indivíduos que estão cheios do seu trabalho rotineiro.

Pura Adrenalina (1996)

Direção: Wes Anderson
Bottle Rocket

Com orçamento baixo e sem condições de contratar atores, o diretor até então desconhecido, Wes Anderson, sugeriu que Owen Wilson e seu irmão e ator Luke Wilson atuariam como ladrões. O resultado não poderia ser diferente, o curta venceu na categoria de curtas-metragens do Sundance daquele ano e se transformou em um longa dois anos após, lançando a carreira de Owen, Luke Wilson e Wes Anderson – ainda entrou no top 10 de Martin Scorsese, que incluiu o filme na sua lista dos 10 melhores da década de 90.

9 - A Salvação (2009)

Direção: Shane Acker
A Salvação (2009)

A trama se ambienta em um mundo pós-apocalíptico, quando seres diminutos encaram máquinas gigantescas em nome da proteção do futuro. Os bonecos respondem por números. O filme é co-escrito e dirigido por Shane Acker e tem como base o curta-metragem homônimo, de 2005 (que foi indicado ao Oscar como melhor curta-metragem) impressionou Tim Burton, que transformou em um longa.

BOOGIE NIGHTS - PRAZER SEM LIMITES (1997)

Direção: Paul Thomas Anderson
Boogie Nights

Quando ainda era um estudante do ensino médio em San Fernando Valley, o jovem de 17 anos, Paul Thomas Anderson decidiu fazer um documentário sobre filmes pornôs, mais especificamente, sobre um personagem chamado Dirk Diggler (baseado na vida real John Holmes). Nove anos mais tarde, Paul Thomas Anderson, transforma seu curta em um longa, chamado “Boogie Nigths” – que conta a história de Eddie (Mark Wahlberg), um ator novato que acaba sendo descoberto por Jack Horner (Burt Reynolds), um diretor de filmes pornográficos que considera seu trabalho uma forma de arte. A partir daí, Eddie muda seu nome e passa a se envolver cada vez mais em um mundo de prazer e drogas.

Napoleon Dynamite (2004)

Direção: Jared Hess
Napoleon Dynamite

Realizado em apenas dois dias, com orçamento de 500 dólares e escrito pelo o casal Jared Hess e Jerusha Hess o curta-metragem “peluca” ganhou o prêmio Slamdance Film Festival, e chance de transformar em longa para contar a história de Napoleon Dynamite (Jon Heder) é um dos caras mais excêntricos e nerds de sua cidade, Preston (Idaho). Constante alvo de chacota na escola, a rotina de Napoleon muda quando ele resolve ajudar seu amigo – igualmente loser – a se eleger como presidente de sua sala de aula.

Na Corda Bamba (1996)

Direção: Billy Bob Thornton
Sling Blade

Billy Bob Thornton foi o protagonista do curta, “Some Folks Call It A Sling Blade“, dirigido por George Hickenlooper, um anos após, o próprio Billy Bob adaptou curta, escrevendo o roteiro, dirigindo e protagonizando o filme, que lhe rendeu o oscar de melhor roteiro adaptado, ao contar a história de Karl Childers (Billy Bob Thornton), um homem que é solto do hospital psiquiátrico 12 anos após ter assassinado sua mãe e seu amante. Ele retorna à sua cidade natal para tentar levar uma vida normal, ainda que não seja totalmente mentalmente são. Karl então consegue a amizade de um menino, mas as coisas podem ficar difíceis para ele quando descobrirem os fatos do seu passado.

É o Fim! (2013)

Direção: Evan Goldberg e Seth Rogen
É o fim

Baseado em um curta-metragem criado por Seth Rogen e Jay Baruchel, Jay and Seth vs. The Apocalypse, o filme marca a estréia na direção de Seth Rogen e Evan Goldberg. Na trama, Após uma série de acontecimentos catastróficos que assolam Los Angeles, James Franco, Jonah Hill, Seth Rogen, Jay Baruchel, Danny McBride e Craig Robinson tem de enfrentar o verdadeiro significado da amizade e redenção com o mundo se acabando em torno deles.

Whiplash – Em busca da perfeição (2014)

Direção: Damien Chazelle
Whiplash – Em busca da perfeição

O filme baseado no curta-metragem homônimo com Johnny Simmons (no papel de Andrew). O diretor e roteirista do longa, Damien Chazelle, não obteve financiamento necessário para o filme. Por isso, transformou-o em um curta-metragem e apresentou-o para o Festival de Sundance em 2013. O curta acabou vencendo o Prêmio do Júri para Curta-Metragens, assim ChazelleI conseguiu financia-lo depois.

Mama (2013)

Direção: Andy Muschietti
mama

Filme de terror e suspense dirigido por Andrés Muschietti e baseado em um curta do mesmo diretor. O filme produzido por Guillermo Del Toro (que ficou impressionado com curta), trata a história de duas garotas abandonadas em uma cabine floresta, cuidadas por uma entidade desconhecida que elas chamam carinhosamente de “Mama”, que, eventualmente, segue-as para sua nova casa suburbana após o seu tio recupera-las.

Frankenweenie (2012)

Direção: Tim Burton
Frankenweenie

Frankenweenie é a refilmagem de um curta-metragem de mesmo nome, dirigido por Burton e lançado em 1984. Na época, o diretor tinha a intenção de realizar um longa com a técnica do stop-motion, mas por não ter à sua disposição um orçamento muito alto, teve de dirigir um curta, com atores reais, de carne e osso.

QUANDO AS LUZES SE APAGAM (2016)

Direção: David F. Sandberg
LIGHTS OUT

Após o sucesso viral do curta-metragem em 2013, David F, Sandberg, o diretor de ambas as produções, foi aclamado pela seu trabalho na direção, o que levou ele a receber o prêmio de “Melhor Diretor” no evento Bloody Cuts Horror em 2013. Na trama, Desde de que era criança, Rebecca (Teresa Palmer) tinha uma porção de medos, principalmente quando as luzes se apagavam. Ela acreditava ser perseguida pela figura de uma mulher e anos mais tarde seu irmão mais novo começa a sofrer do mesmo problema. Juntos eles descobrem que a aparição está ligada à mãe deles, Rebecca começa a investigar o caso e chega perto de conhecer a terrível verdade.

Morte Instantânea tem estreia marcada para o dia 28 de setembro de 2017.

Comentários
Topo