À Prova de Morte - poster

À Prova de Morte (2007)

  • Título original: Death Proof
  • Nacionalidade: EUA
  • Gêneros: Drama, Comédia, Suspense
  • Ano de produção: 2007
  • Estréia: 16 de julho de 2010 (Brasil)
  • Duração: 1h 53min
  • Classificação: 16 anos
  • Direção: Quentin Tarantino
  • Roteiro: Quentin Tarantino

Avaliação do site

Avaliação do Público

Trilhas sonoras excepcionais, roteiros cômicos e bem desenvolvidos, elenco de sucesso, câmeras posicionadas em ângulos magníficos e efeitos especiais dignos dos filmes de ação e horror do início dos anos 70.

Essa descrição acima não se encaixaria em outra obra além de “Grindhouse”, junção dos filmes “Planeta Terror” e “Death Proof” da dupla de cineastas Robert Rodriguez e Quentin Tarantino (respectivamente).

Os filmes são claramente uma homenagem aos “filmes-B” do fim do século passado, e são os melhores do gênero nos últimos anos. Mas hoje, o assunto é somente “Á Prova de Morte”, guardemos “Planeta Terror” para termos algo motivador o suficiente no futuro. Com seus estranhos costumes e sem medo de arriscar, o diretor (roteirista, produtor e tudo mais que se possa imaginar) Quentin Tarantino, é um grande exemplo do “ame-o ou deixe-o”, e me classifico com orgulho, entre os primeiros. “Death Proof” é focado na história de Stuntman Mike, um “dublê” de filmes e séries de ação dos anos 70 que já não está mais nos seus dias de glória, e que com seu carro “à prova de morte”, aterroriza a vida de 8 belas garotas (separadas em dois grupos diferentes de jovens mulheres). O primeiro é composto por Jungle Julia, Arlene “Butterfly”, Shanna e Lanna Frank, jovens arrogantes que brincam com os homens e querem somente encher a cara e se divertir. Do segundo grupo fazem parte Kim, Abernathy, Lee e Zoë (a dupla de ‘The Bride’ em “Kill Bill”, aqui interpretando a si mesma), mulheres temperamentais que trabalham em filmes e estão decididas a experimentar as potencialidades de um Dodge Challenger de 1970. Como “Kill Bill”, as melhores cenas do filme são geradas pelo desejo de vingança, mas em contraste à exploração sexual típica deste gênero de filmes, aqui é aberto espaço para a força das mulheres, estabelecendo um ritmo crescente, que vai desde os intensos diálogos da primeira parte à envolvente ação final, além de um deliberado estilo anos 70, com fotografia granulosa, cores gastas, película com riscos e cortes propositais na montagem.

Como todo filme do diretor, os diálogos são muito bem elaborados e somos levados do êxtase à tensão em segundos por suas cenas. Ele também nos dá um presente com uma ponta da belíssima Rose McGowan (que acaba sendo a primeira vítima do ‘duplo’) e não deixa, ele mesmo, de fazer uma pequena colaboração no ‘elenco’ (algo sempre adorado por seus fãs). Tarantino nos dá uma fórmula inusitada – mulheres querendo farra, bebidas, drogas e carros velozes, além de um velho dublê regado à piña colada sem álcool – para se fazer um filme de qualidade e atemporal. Não é o tipo de filme que um amante do cinema possa se dar o luxo de perder!

Sinopse

Jungle Julia (Sydney Tamiia Poitier), a DJ mais sexy de Austin, sai para se divertir com suas melhores amigas. Atraentes, elas chamam a atenção de todos por onde passam, inclusive a do misterioso Stuntman Mike (Kurt Russell), um dublê temperamental que se esconde atrás do volante do seu carro indestrutível. Ele passa a seguir as garotas com a intenção de matá-las. Na segunda história, Stuntman Mike escolhe suas vítimas no Tennessee, porém, entre as quatro amigas estão duas experientes dublês que darão muito trabalho ao psicopata.

  • Título original: Death Proof
  • Nacionalidade: EUA
  • Gêneros: Drama, Comédia, Suspense
  • Ano de produção: 2007
  • Estréia: 16 de julho de 2010 (Brasil)
  • Duração: 1h 53min
  • Classificação: 16 anos
  • Direção: Quentin Tarantino
  • Roteiro: Quentin Tarantino
  • Produção: Quentin Tarantino, Robert Rodriguez, Bob Weinstein, Harvey Weinstein, Erica Steinberg, James W. Skotchdopole, Bill Scott, Pilar Savone, Shannon McIntosh, Elizabeth Avellan
  • Direção de fotografia: Quentin Tarantino
  • Edição: Sally Menke
  • Direção de elenco: Mary Vernieu
  • Design de produção: Steve Joyner
  • Direção de arte: Caylah Eddleblute
  • Decoração de set: Jeanette Scott
  • Figurino: Nina Proctor
  • Estúdios: Dimension Films, Troublemaker Studios, Rodriguez International Pictures, The Weinstein Company
  • Distribuição: Europa Filmes

Kurt Russell

Personagem: Stuntman Mike

Ator - Kurt Russell

Rosario Dawson

Personagem: Abernathy

Atriz - Rosario Dawson

Zoë Bell

Personagem: Zoë Bell

Atriz - Zoë Bell

Vanessa Ferlito

Personagem: Arlene

Atriz - Vanessa Ferlito

Sydney Tamiia Poitier

Personagem: Jungle Julia

Sydney Tamiia Poitier

Tracie Thoms

Personagem: Kim

Atriz - Tracie Thoms

Rose McGowan

Personagem: Pam

Atriz - Rose McGowan

Jordan Ladd

Personagem: Shanna

Atriz - Jordan Ladd

Mary Elizabeth Winstead

Personagem: Lee

Atriz - Mary Elizabeth Winstead

Quentin Tarantino

Personagem: Warren

Diretor / Roteirista / produtor / Ator - Quentin Tarantino

Marcy Harriell

Personagem: Marcy

Atriz - Marcy Harriell

Eli Roth

Personagem: Dov

Ator - Eli Roth

Omar Doom

Personagem: Nate

Ator - Omar Doom

Michael Bacall

Personagem: Omar

Ator - Michael Bacall

Monica Staggs

Personagem: Lanna Frank

Atriz - Monica Staggs

Jonathan Loughran

Personagem: Jasper

Ator - Jonathan Loughran

Michael Parks

Personagem: Earl McGraw

Ator - Michael Parks

James Parks

Personagem: Edgar McGraw

Ator - James Parks

Marley Shelton

Personagem: Dr. Dakota Block

Atriz - Marley Shelton

Nicky Katt

Personagem: Nome não revelado

Ator - Nicky Katt

Electra Avellan

Personagem: Nome não revelado

Atriz - Electra Avellan

Elise Avellan

Personagem: Nome não revelado

Atriz - Elise Avellan

Helen Kim

Personagem: Peg

Atriz - Helen Kim

Direção / Roteiro

Quentin Tarantino

Diretor / Roteirista / produtor / Ator - Quentin Tarantino

À Prova de Morte – Trailer legendado

Curiosidades

  • James Parks, que interpreta Edgar McCraw tanto em Planeta Terror quanto em À Prova de Morte, fez o mesmo personagem em Um Drink no Inferno 2 – Texas Sangrento (1999) e Kill Bill – Volume 1 (2003).
  • Os policiais que vão para o hospital após Stuntman Mike bater seu carro pela 1ª vez são os mesmos que relatam a cena do massacre no casamento em Kill Bill – Volume 1 (2003).
  • Zoe Bell fez todas as cenas de sua personagem, sem requisitar o uso de dublês. Esta é a 2ª vez que ela trabalha com Quentin Tarantino, já que fora a dublê de Uma Thurman em Kill Bill – Volume 1 e Kill Bill – Volume 2.
  • A jukebox presente no filme pertence ao próprio Quentin Tarantino, que também escolheu sua seleção de músicas.
  • Quentin Tarantino deu o nome de Jungle Jungle Lucai como homenagem à sua assistente pessoal, Victoria Lucai.
  • A cena em que as garotas tomam café da manhã é uma recriação da mesma cena em Cães de Aluguel (1992).
  • Em determinada cena, a personagem de Mary Elizabeth Winstead diz “Vipers”. Trata-se de uma referência ao Deadly Viper Assassination Squad, presente nos filmes Kill Bill – Volume 1 e Kill Bill – Volume 2.
  • Na cena do hospital Texas Ranger McGraw chama Stuntman Mike de Frankenstein. Trata-se de uma referência a Corrida da Morte – Ano 2000, em que o personagem de David Carradine chamava-se Frankenstein.
  • Um dos programas de TV que o personagem Stuntman Mike diz ter trabalhado é “The Virginian” (1962). Kurt Russell, intérprete do personagem, atuou em 2 episódios desta série.
  • A placa do carro de Stuntman Mike é JJZ-109. Trata-se do mesmo número da placa do carro de Steven McQueen em Bullitt (1968).
  • Quando o carro bate no anúncio de um cinema, os filmes que lá estavam em cartaz eram Todo Mundo em Pânico 4 (2006) e Wolf Creek – Viagem ao Inferno (2005).
  • Lançado nos Estados Unidos acoplado a Planeta Terror (2007), como o longa-metragem Grindhouse. Trata-se de uma homenagem dos diretores Quentin Tarantino e Robert Rodriguez aos filmes de terror que assistiam nas matinês na infância.
  • No projeto Grindhouse havia uma série de trailers falsos, exibidos entre Planeta Terror e À Prova de Morte. Um deles era o de Machete, que virou longa – metragem em 2010.
  • Inicialmente seria lançado no Brasil pela Europa Filmes. O grande atraso fez com que a distribuidora perdesse os direitos de exibição no país, que foram comprados pela PlayArte. À Prova de Morte enfim estreou nos cinemas brasileiros em 16 de julho de 2010, três anos após seu lançamento nos Estados Unidos.

Títulos em outros países

  • Alemanha – Death Proof – Todsicher
  • Argentina – A prueba de muerte
  • Australia – Death Proof
  • Canadá – Death Proof
  • Croácia – Otporan na smrt
  • Estônia – Grindhouse: Surmakindel
  • Espanha – Death Proof
  • França – Boulevard de la mort
  • Itália – Grindhouse – A prova di morte
  • Japão – デス・プルーフ in グラインドハウス
  • México – A prueba de muerte
  • Portugal – À Prova de Morte
  • Rússia – Доказательство смерти

Notas da imprensa

64 /100

77 /100

7,0 / 10

À Prova de Morte (2007)
Comentários
Topo