Bastardos Inglórios (2009)

  • Título original: Inglourious Basterds
  • Nacionalidades: EUA, Alemanha
  • Gêneros: Guerra, Ação
  • Ano de produção: 2009
  • Estréia: 9 de outubro de 2009 (Brasil)
  • Duração: 2h 33min
  • Classificação: 18 anos
  • Direção: Quentin Tarantino
  • Roteiro: Quentin Tarantino

Avaliação do Site

Avaliação do Público

O nome Quentin Tarantino já nos remete a pensar em muita ironia e sangue, mas também em diálogos desenvolvidos e roteiros de primeira. Não é surpresa então, termos da obra desse gênio, um sucesso; e com ‘Bastardos Inglórios’ não foi diferente.

No filme, que tem narração de Samuel L. Jackson e se aventura a mudar a história do holocausto com a inversão de alguns fatos e papéis, temos contado, em sua maioria na França, a história de Shoshana, uma judia que presencia a execução fria de sua família pelo “Caçador de Judeus”, Hans Landa, a quem jura vingança. Lutando contra as várias faces nazistas, encontramos também o Tenente Aldo Rayne e seus ‘Bastardos’, que se aliam a atriz Bridget Von Hammersmark, uma dupla agente, no plano de execução dos altos comandos da SS. Ambas as histórias acabam cruzando-se, quando o plano de execução dos ‘Bastardos’ coincide em ser em um pequeno cinema, pertencente à judia, que agora, anos após o encontro com Landa, conta com nova identidade.

Quentin aqui demonstra seu amadurecimento no roteiro e direção, mas não perde seu estilo e a chance de fazer referências aos seus filmes preferidos e à cultura ‘pop’: continua estereotipando inconseqüentemente seus personagens, e abusando, conscientemente, de uma construção dividida em uma obra sem protagonistas, mas que acaba por ser protagonizada por todos em uma história única.

É esse talento, em compor cenas e transformar o possível em impossível, que torna a apresentação criativa do filme em uma experiência fora do comum, definitiva, pois a obra, dividida em 5 capítulos, acaba por nos envolver como um todo, no ponto em que essa divisão acaba por tornar-se um detalhe facilmente ignorado, tendo em vista que acabamos imersos nas atuações e cenas. Exemplo claro disso, é a primeira cena, na qual somos apresentados – da maneira ‘Tarantiniana’ usual – ao “Caçador de Judeus”, chegando a nos arrepiar a comparação do ódio que humanos sentem por ratos, e que não sentem por esquilos, na tentativa de esclarecer o ponto de vista nazista sobre desprezo pelos judeus e não por povos de outras raças. Afinal, em ‘Cães de Aluguel’ contávamos com a discussão sobre gorjetas e em ‘Pulp Fiction’ sobre como “quarteirão com queijo” é chamado pelos franceses, mas conforme Landa expõe seu ponto de vista, a tensão cresce e continua apenas no diálogo, de maneira natural e com exemplar condução dos personagens, transformando a cena em uma das melhores não só do filme, mas da carreira do diretor.

No campo da atuação, contamos com Brad Pitt, que nos leva ao extremo com a interpretação do caricato Tenente; Mélanie Laurent, como a vingativa judia; e Daniel Brühl, como um arrogante atirador; todos fantásticos em suas caracterizações, mas o destaque do filme é certamente, a presença de Christoph Waltz que, no papel do já citado Coronel Hans Landa, brilha e ofusca quaisquer outros personagens em suas cenas. A facilidade com que consegue envolver-se em seu personagem, desenvolvendo-o sem afetá-lo, nos faz acreditar no que realmente poderia ser um desumano “Caçador de Judeus”, e assim, emitindo muito sarcasmo, e até simpatia, acaba nos condenando à velha contradição de odiar, e ao mesmo tempo amar sua personagem; transformando o fato de acabarmos por adorar o frio detetive nazista, em um dos inúmeros motivos para encararmos o filme com outros olhos.

Dessa forma, na mistura de cenas de violência extrema e humor, com maestria e excelente construção de personagens, Tarantino nos delicia com o que pode ser uma tentativa de provar que a história não pode ser mudada, mas pode ser recontada, e definitivamente melhorada, pelo cinema.

Durante a Segunda Guerra, na França ocupada pelo exército alemão, a jovem Shosanna Dreyfus (Mélaine Laurent) testemunha a execução da família pelo coronel nazista Hans Landa (Christoph Waltz). Porém, ela consegue escapar e passa a viver sob a identidade de uma proprietária de cinema em Paris, enquanto aguarda o momento certo para se vingar. Ainda na Europa, o tenente Aldo Raine (Brad Pitt) organiza um grupo de soldados judeus para lutar contra os nazistas. Conhecido pelo inimigo como “Os Bastardos”, o grupo de Aldo recebe uma nova integrante, a atriz alemã e espiã disfarçada Bridget Von Hammersmark (Diane Kruger), que tem a perigosa missão de chegar até os líderes do Terceiro Reich.

Sinopse

Durante a Segunda Guerra, na França ocupada pelo exército alemão, a jovem Shosanna Dreyfus (Mélaine Laurent) testemunha a execução da família pelo coronel nazista Hans Landa (Christoph Waltz). Porém, ela consegue escapar e passa a viver sob a identidade de uma proprietária de cinema em Paris, enquanto aguarda o momento certo para se vingar. Ainda na Europa, o tenente Aldo Raine (Brad Pitt) organiza um grupo de soldados judeus para lutar contra os nazistas. Conhecido pelo inimigo como “Os Bastardos”, o grupo de Aldo recebe uma nova integrante, a atriz alemã e espiã disfarçada Bridget Von Hammersmark (Diane Kruger), que tem a perigosa missão de chegar até os líderes do Terceiro Reich.

  • Título original: Inglourious Basterds
  • Nacionalidades: EUA, Alemanha
  • Gêneros: Guerra, Ação
  • Ano de produção: 2009
  • Estréia: 9 de outubro de 2009 (Brasil)
  • Duração: 2h 33min
  • Classificação: 18 anos
  • Direção: Quentin Tarantino
  • Roteiro: Quentin Tarantino
  • Produção: Harvey Weinstein, Bob Weinstein, Lawrence Bender, William Paul Clark, Christoph Fisser, Henning Molfenter, Bruce Moriarty, Lloyd Phillips, Pilar Savone, Erica Steinberg, Charlie Woebcken
  • Direção de fotografia: Robert Richardson
  • Edição: Sally Menke
  • Design de produção: David Wasco
  • Direção de arte: Marco Bittner Rosser, Stephan O. Gessler, Sebastian T. Krawinkel, David Scheunemann, Steve Summersgill
  • Decoração de set: Sandy Reynolds-Wasco
    Figurino: Anna B. Sheppard
  • Estúdios: The Weinstein Company, Universal Pictures, A Band Apart, Studio Babelsberg
  • Distribuição: Universal Pictures

Brad Pitt

Personagem: Tenente Aldo Raine

Ator - Brad Pitt

Christoph Waltz

Personagem: Coronel Hans Landa

Ator - Christoph Waltz

Michael Fassbender

Personagem: Tenente Archie Hicox

Ator - Michael Fassbender

Eli Roth

Personagem: Sargento Donny Donowitz

Ator - Eli Roth

Mélanie Laurent

Personagem: Shosanna

Foto - Mélanie Laurent

Diane Kruger

Personagem: Bridget von Hammersmark

Atriz - Diane Kruger

Daniel Brühl

Personagem: Fredrick Zoller

Ator - Daniel Brühl

Léa Seydoux

Personagem: Charlotte LaPadite

Léa Seydoux

Gedeon Burkhard

Personagem: Wilhelm Wicki

Ator - Gedeon Burkhard

Jacky Ido

Personagem: Marcel

Ator - Jacky Ido

B.J. Novak

Personagem: Smithson Utivich

Ator - B.J. Novak

Omar Doom

Personagem: Omar Ulmer

Ator - Omar Doom

August Diehl

Personagem: Major Hellstrom

Ator - August Diehl

Denis Ménochet

Personagem: Perrier LaPadite

Ator - Denis Ménochet

Sylvester Groth

Personagem: Joseph Goebbels

Ator - Sylvester Groth

Martin Wuttke

Personagem: Hitler

Ator Martin Wuttke

Mike Myers

Personagem: General Ed Fenech

Ator - Mike Myers

Julie Dreyfus

Personagem: Francesca Mondino

Atriz - Julie Dreyfus

Richard Sammel

Personagem: Sargento Rachtman

Ator - Richard Sammel

Rod Taylor

Personagem: Winston Churchill

Ator - Rod Taylor

Mike Myers

Personagem: General Ed Fenech

Ator - Mike Myers

Julie Dreyfus

Personagem: Francesca Mondino

Atriz - Julie Dreyfus

Richard Sammel

Personagem: Sargento Rachtman

Ator - Richard Sammel

Sönke Möhring

Personagem: Walter Frazer

Foto - ator - Sönke Möhring

Til Schweiger

Personagem: Sargento Hugo Stiglitz

Ator - Til Schweiger

Samm Levine

Personagem: Hirschberg

Ator - Samm Levine

Michael Bacall

Personagem: Michael Zimmerman

Ator - Michael Bacall

Arndt Schwering-Sohnrey

Personagem: Winnetou

Ator - Arndt Schwering-Sohnrey

Volker Michalowski

Personagem: Edgar Wallace

Ator - Volker Michalowski

Ken Duken

Personagem: Mata Hari

Ator - Ken Duken

Ludger Pistor

Personagem: Capitão Wolfgang

Ator - Ludger Pistor

Hilmar Eichhorn

Personagem: Emil Jannings

Ator - Hilmar Eichhorn

Direção / Roteiro

Quentin Tarantino

Diretor / Roteirista / produtor / Ator - Quentin Tarantino

Este slideshow necessita de JavaScript.

Trailer | Bastardos Inglórios

Curiosidades

  • Quentin Tarantino começou a escrever o roteiro de Bastardos Inglórios antes de Kill Bill – Volume 1 (2003), mas adiou o projeto por não encontrar, na época, um bom final para a história contada.
  • O diretor Tom Tykwer foi o responsável pela tradução dos diálogos do roteiro para alemão.
  • A personagem Francesca Mondino foi escrita especialmente para Julie Dreyfus.
  • Leonardo DiCaprio esteve cotado para interpretar o coronel Hans Landa, mas o diretor preferiu escalar um ator alemão para o personagem.
  • Quentin Tarantino sondou Adam Sandler para que interpretasse o sargento Donnie Dorowitz, mas o ator recusou o papel devido a conflito com as filmagens de Gente Engraçada (2009).
  • Nastassja Kinski esteve em negociações para interpretar Bridget von Hammersmark. Tarantino chegou a viajar para a Alemanha para conversar com a atriz, mas um acordo não foi fechado.
  • Tim Roth esteve em negociações para interpretar o tenente Archie Hicox.
  • Inicialmente seria Simon Pegg o intérprete do tenente Archie Hicox, mas teve que desistir do papel devido a conflitos de agenda.
  • Isabelle Huppert era a 1ª escolha de Tarantino para interpretar Madame Mimieux, mas conflitos de agenda a impediram de aceitar o papel.
  • David Krumholtz teve que desistir do filme devido a conflitos de agenda.
  • Michael Madsen chegou a ser anunciado como integrante do elenco, interpretando o personagem Babe Buchinsky. Nem o ator nem o personagem estão no filme.
  • O nome do personagem de Brad Pitt é uma homenagem ao ator e veterano da 2ª Guerra Mundial Aldo Ray.
  • O nome do personagem de Mike Myers é uma homenagem à atriz Edwige Fenech.
  • O nome do personagem de Til Schweiger é uma homenagem ao ator Hugo Stiglitz.
  • Eli Roth ganhou 15 kg de músculo para interpretar o sargento Donny Donowitz.
  • Este é o 2º filme em que Brad Pitt e Diane Heidkrueger atuam juntos. O anterior foi Tróia (2004).
  • Ennio Morricone chegou a ser contratado para compôr a trilha sonora, mas deixou o projeto para trabalhar em Baaria – A Porta do Vento (2009).
  • Em Portugal, o filme tem o curioso título de “Sacanas Sem Lei”.
  • No material de divulgação do filme na Alemanha a suástica foi retirada ou coberta, de forma a não violar a lei local que impede a divulgação de símbolos nazistas

Prêmios

OSCAR – 2010

  • Ganhou
    Melhor Ator Coadjuvante – Christoph Waltz
  • Indicações
    Melhor Filme
    Melhor Diretor – Quentin Tarantino
    Melhor Roteiro Original
    Melhor Fotografia
    Melhor Edição
    Melhor Som
    Melhor Edição de Som

GLOBO DE OURO – 2010

  • Ganhou
    Melhor Ator Coadjuvante – Christoph Waltz
  • Indicado
    Melhor Filme – Drama
    Melhor Diretor – Quentin Tarantino
    Melhor Roteiro

BAFTA – 2010

  • Ganhou
    Melhor Ator Coadjuvante – Christoph Waltz
  • Indicações
    Melhor Diretor – Quentin Tarantino
    Melhor Roteiro Original
    Melhor Fotografia
    Melhor Direção de Arte
    Melhor Edição

FESTIVAL DE CANNES – 2009

  • Ganhou
    Melhor Ator – Christoph Waltz

Bilheteria

  • Orçamento: $75,000,000 (estimado)
  • Abertura nos EUA: $38,054,676, milhões
  • Total nos EUA: $120,540,719, milhões
  • Total no Mundo: $313,600,000 milhões

Notas da imprensa

89 /100

69 /100

8, 3 / 10

Onde assistir?

Bastardos Inglórios (2009)
Comentários
Topo