Cinema

Filme baseado em fatos reais | Quebrando a Banca

Lançado em 2008, Quebrando a Banca (21, no original) é um filme de ficção inspirado nos eventos relatados no livro Bringing Down the House, de 2002, escrito pelo autor estadunidense Ben Mezrich. Na sua obra, Mezrich conta a história de uma equipe de alunos e ex-alunos do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, na sigla em inglês) que unem forças para se sair bem nas mesas de blackjack em diferentes cassinos dos EUA.

Sinopse

Jim Sturgess faz o papel do jovem Ben Campbell, um estudante do MIT que em determinada aula impressiona seu professor Micky Rosa, interpretado por Kevin Spacey, ao resolver o famoso Problema de Monty Hall. Após tal feito, Micky convida o aluno a fazer parte da equipe de blackjack que está montando com outros estudantes do MIT, convite este que Ben aceita. No entanto, a situação passa a ficar arriscada quando o desempenho de Ben no blackjack é notado por Cole Williams –interpretado por Laurence Fishburne –, chefe de segurança de um cassino.

Liberdades do roteiro

É muito comum que em filmes baseados em fatos reais algumas liberdades sejam tomadas para torná-lo mais atraente para a maioria dos espectadores. Exemplo disso é Rush – No limite da emoção (2013), em que a relação entre os dois protagonistas, os pilotos de Fórmula 1 James Hunt e Niki Lauda, é retratada de forma bem mais agressiva do que foi de fato.

Já em Quebrando a Banca foram duas as grandes liberdades tomadas pelos produtores. Uma delas foi em relação à escolha do ator principal, visto que o personagem Ben Campbell foi inspirado em Jeff Ma, que é de ascendência asiática, enquanto Jim Sturgess – conhecido pelo seu papel no filme Across the Universe – é britânico de origem caucasiana.

A segunda grande diferença em relação à história real é que o filme dá a entender que a equipe foi liderada por um professor do MIT. No entanto, o personagem de Micky Rosa foi inspirado em diferentes indivíduos – como Bill Kaplan, um estudante de Harvard –, dos quais nenhum era professor.

Blackjack: uma das estrelas do filme

Assim como é possível curtir um filme como Cassino Royale (2006) sem nunca ter jogado pôquer, é perfeitamente possível gostar de Quebrando a Banca sem ter conhecimento prévio de blackjack. No entanto, a modalidade é uma das estrelas do filme, então não restam dúvidas de que estar um pouco familiarizado com suas regras básicas torna a nossa experiência como espectadores ainda mais interessante.

No primeiro contato de Ben com o blackjack, ele recebe um par de 8 e faz um split, ou seja, divide a mão em duas. Mas o que isso significaria para alguém que é leigo em relação à modalidade? Por cenas como essa, entender um pouco a respeito do jogo torna o enredo mais intenso, visto que a compreensão mais clara das estratégias utilizadas pode gerar mais emoção e adrenalina no espectador.

O objetivo do blackjack é chegar ao número 21 ou o mais próximo possível dele, mas sem ultrapassar essa quantidade. Split não é a única terminologia em inglês que você encontrará caso decida entender um pouco mais sobre essa modalidade antes de assistir ao filme, que por sinal está disponível na Netflix. Outras palavras em inglês que compõem o vocabulário relacionado ao vinte e um, apenas para mencionar algumas, são bust, double down e hit, conforme demonstra a plataforma Betway Online Blackjack. Para compreender um pouco mais a respeito do blackjack e ficar mais a par do tema central do filme, entender um pouco de matemática também é algo positivo. Probabilidade e estatística são dois pontos da matemática que têm relação com a modalidade, então, caso você entenda um pouco desses conceitos, vai desfrutar ainda mais da produção, que é mencionada na lista do portal Impa como um dos dez filmes sobre matemática que precisam ser assistidos.

A quem o filme pode agradar

O público que mais tende a se sentir atraído por Quebrando a Banca talvez sejam as pessoas que se interessam por filmes relacionados a jogos de apostas. Entretanto, aqueles que gostam de filmes com personagens que tenham uma inteligência lógico-matemática muito acima da média, como os protagonistas de Gênio indomável (1997) e Uma mente brilhante (2001) – este último, também baseado em fatos reais – também são potenciais espectadores para a trama.

São diversas as produções cinematográficas que têm a temática dos jogos e que chamam a atenção tanto dos interessados por essas modalidades quanto de quem gosta de filmes que provoquem grandes emoções. Além do supracitado Cassino Royale, outros examplos de produções do gênero são A grande jogada (2017) e Cartas na mesa (1998), cujo foco recai sobre o universo do pôquer.

Além disso, qualquer filme em que cassinos apareçam com proeminência é uma boa pedida para quem gosta de ambientes requintados. São vários os filmes do agente 007, por exemplo, em que James Bond aparece em estabelecimentos do tipo, que no fim são tão importantes para a caracterização do personagem quanto os diferentes modelos de Aston Martin por ele dirigidos e os dry martinis que bebe.

Similarmente, quem já assistiu a filmes como Se beber, não case! e Onze homens e um segredo (bem como suas respectivas sequências) não vai se surpreender ao ver o quanto os personagens principais de Quebrando a Banca conseguem se divertir muito ao mesmo tempo em que buscam manter o foco no trabalho.

Assim, passados 12 anos desde o seu lançamento, a popularidade de Quebrando a Banca segue em alta. Até existem outros filmes que retratam o blackjack de alguma forma, como Rain Man (1988), mas é provável que nenhum outro tenha conseguido expressar tão bem a mistura de adrenalina, matemática

Comentários
Topo